BastosRegião

Polícia Militar aborda suspeito de extorsão contra funcionário de comércio, em Bastos

Um indivíduo foi detido pela Polícia Militar, suspeito de, juntamente com outro elemento, de um crime de extorsão contra o funcionário de um comércio, na Rua Presidente Vargas, centro de Bastos (SP), na tarde desta segunda-feira, dia 8. O caso foi registrado por volta das 13h47 pelos policiais militares.

Segundo os policiais militares, durante patrulhamento pela Rua Adhemar de Barros, receberam informações que estava ocorrendo um roubo contra o comércio na Rua Presidente Vargas e ao chegarem no local, o funcionário revelou que um indivíduo ligou e disse que sabia onde ele estava dentro do estabelecimento, inclusive as roupas que usava e era para a vítima “realizar um PIX de R$ 5 mil, senão iria entrar no local, roubar e ainda encher sua cara de bala”.

Ainda de acordo com os policiais militares, o funcionário estava relatando que o criminoso revelou que estava armado em uma moto, momento que uma motocicleta com dois indivíduos adentrou na via pública e ao ver a equipe, retornou e fugiu.

Os policiais destacam que realizaram o retorno no quarteirão e avistaram um dos indivíduos descendo da moto e correndo para uma empresa na Rua Barão do Rio Branco e o condutor, que arrumava um objeto em sua cintura, possivelmente uma arma de fogo, fugiu, não sendo possível realizar a abordagem.

Os policiais militares acrescentam que retornaram a empresa e abordaram o suspeito, que também é conhecido nos meios policias e durante busca pessoal, não sendo encontrado nada de ilícito em sua pose, demonstrou muito nervosismo e tremedeira e relatou que iria pagar uma conta no local, porém, não estava com nenhum dinheiro.

Diante dos fatos, o abordado foi conduzido para Delegacia de Polícia Civil de Bastos, onde ao chegar, tentou empreender fuga, mas foi contido.

Também conforme a equipe, foi elaborado o boletim de ocorrência da Polícia Civil de extorsão e o suspeito foi liberado. O delegado Sandro Resina Simões vai investigar o caso.

Fonte e foto Valdecir Luís