Após denuncias, Ministério Público e Polícia Ambiental averiguam suposta poluição e morte de peixes

O Ministério Público apura uma denúncia de suposta poluição e danos ambientais ao Rio Aguapeí, mais especificamente na divisa entre os municípios de Adamantina e Valparaíso.


A Polícia Ambiental de Dracena, que atua naquela área, foi oficiada pela Promotoria de Justiça e esteve no local onde foram coletadas imagens e também foi confeccionado o boletim de ocorrência.


Em paralelo, a Polícia Ambiental de Araçatuba também atua no caso.


Os agentes das unidades da CETESB de Araçatuba e Dracena foram deslocados para o local para a coleta de amostras de água e peixes.


Vídeos e imagens que circulam através de aplicativos de mensagens, mostram a água com manchas escuras e que aparentam a ação de agentes poluidores, peixes mortos e outros dejetos que poderiam estar contaminando o Rio Aguapeí.

Folha Regional