Costureira que fazia e doava máscaras contra a Covid-19 morre vítima da doença em Adamantina

Solidariedade na pandemia: costureira que fazia e doava máscaras morre pela Covid-19 em Adamantina


Adamantina amanheceu nesta sexta-feira (5) com a notícia de mais um óbito provocado pela Covid-19, entre seus moradores. A costureira Maria de Fatima Merloti Grudin, de 67 anos, que estava hospitalizada na Santa Casa de Adamantina, com quadro positivo para a doença, não resistiu às complicações e faleceu na noite de ontem.


A recente história de vida da costureira revela um fato de desprendimento e preocupação com o próximo, quando da chegada da pandemia. Preocupada com a saúde as pessoas, ela confeccionava máscaras faciais de proteção contra a Covid-19 e doava para quem precisasse.


Essa conduta, de amor ao próximo, foi identificada pelo SIGA MAIS, nas redes sociais, e confirmada na manhã de hoje com a filha da costureira, Elaine Grudin. “Ela era costureira há muitos anos e quando começou a pandemia ela fez várias máscaras para as pessoas que a procuravam, e fazia sem custo nenhum”, contou.


Sem a oportunidade de velório e despedidas, o corpo da costureira terá sepultamento direito, nesta manhã, às 10h, no Cemitério da Saudade.


O boletim oficial com a atualização dos casos de Covid-19, em Adamantina, é divulgado no período da tarde. O falecimento da costureira Maria de Fátima deve figurar como o 25º óbito pela doença, na cidade, desde o início da pandemia.

Siga Mais

Foto – Costureira, Maria de Fátima faleceu aos 67 anos, vítima da Covid-19 (Reprodução). Costureira, Maria de Fátima faleceu aos 67 anos, vítima da Covid-19 (Reprodução).