Apesar dos riscos da covid-19 municípios realizam eventos natalinos com aglomeração de pessoas

Mesmo com a pandemia apresentando aumento no número de infecções pelo coronavírus, em várias cidades pessoas se aglomeraram para receber o bom velhinho


As notícias relacionadas aos números da pandemia em todo o país seguem alarmantes, porém, parece que a chegada das festas de final de ano está fazendo com que haja um relaxamento por parte das pessoas em relação às medidas de prevenção, especialmente o distanciamento social e o uso de máscaras.


Entende-se que são datas importantes para o comércio já combalido pelo longo período funcionando com sérias limitações, sem contar um período de total paralisação nas atividades, no entanto, se não foram mantidas certas regras de prevenção, a pandemia certamente voltará a crescer e as medidas mais rigorosas voltarão a serem implantadas, causando novos transtornos.


Seria sim, possível, passar por esse período com resguardo, porém, dentro de limites suportáveis e para isso acontecer com segurança, só depende das pessoas, que precisam entender definitivamente que o perigo segue à espreita.


Porém, em alguns municípios, aqueles que deveriam zelar pela segurança e proteção das pessoas, são os mesmos que provocam situações de risco para a população, uma vez que programaram e outros já realizaram eventos com aglomeração de pessoas, muitas delas sem máscara, outras usando a mesma de forma errada e em situação de total negacionismo para com os riscos da Covid-19.


Na última sexta feira (11), por exemplo, a cidade de Rinópolis promoveu a chegada do Papai Noel na praça principal da cidade, onde muitas pessoas de todas as idades se reuniram naquele espaço, sem o devido distanciamento social necessário e comemoraram a chegada do bom velhinho expostas a muitos riscos.


Não dá para negar que são atitudes condenáveis nesse momento em que todos sabem a necessidade de prevenção e cuidados. Tomara que nada demais aconteça, mas, os riscos são grandes.


Pelo menos um vídeo está circulando nas redes sociais e mostra a aglomeração que se formou na praça principal da cidade.

Da Redação – Fotos – reprodução Internet