Conta de luz fica mais cara a partir desta terça feira (01/12)

Agência decidiu nesta segunda reativar o sistema de bandeiras tarifárias já no mês de dezembro, quando passará a valer a bandeira vermelha patamar 2.


A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) decidiu nesta segunda-feira (30) reativar o sistema de bandeiras tarifárias, que começa a valer nesta terça-feira (1º). A partir de hoje, passará a valer a bandeira vermelha patamar 2 e, com isso, a conta de luz vai ficar mais cara para os brasileiros.


No dia a dia, é possível tomar algumas atitudes que vão ajudar a reduzir o valor da conta e economizar. Veja as dicas da Aneel:

Chuveiro elétrico

– Tomar banhos mais curtos, de até cinco minutos;

– Selecionar a temperatura morna no verão;

– Verificar as potências no seu chuveiro e calcular o seu consumo;

Ar condicionadoNão deixar portas e janelas abertas em ambientes com ar condicionado;

– Manter os filtros limpos;

– Diminuir ao máximo o tempo de utilização do aparelho de ar condicionado;

– Colocar cortinas nas janelas que recebem sol direto;

GeladeiraSó deixar a porta da geladeira aberta o tempo que for necessário;

– Regular a temperatura interna de acordo com o manual de instruções;

– Nunca colocar alimentos quentes dentro da geladeira;

– Deixar espaço para ventilação na parte de trás da geladeira e não utilizá-la para secar panos;

– Não forrar as prateleiras;

– Descongelar a geladeira e verificar as borrachas de vedação regularmente;

Iluminação

– Utilizar iluminação natural ou lâmpadas econômicas e apagar a luz ao sair de um cômodo; pintar o ambiente com cores claras;

– Ferro de passarJuntar roupas para passar de uma só vez;

– Separar as roupas por tipo e começar por aquelas que exigem menor temperatura;

– Nunca deixe o ferro ligado enquanto faz outra coisa;

Aparelhos em stand-by

– Retirar os aparelhos da tomada quando possível ou durante longas ausências.

Bandeira vermelha
A bandeira escolhida, que corresponde à maior tarifa extra praticada pelo órgão regulador, eleva o custo da conta de luz em R$ 6,243 para cada 100 quilowatts-hora consumidos.


Com a determinação, os lares que utilizam, em média, 200 kWh de energia por mês terão que desembolsar cerca de R$ 12,50 a mais para quitar a conta de luz de dezembro, se mantiverem o mesmo consumo habitual.


O mecanismo estava inativo desde maio, quando a Aneel decidiu manter a bandeira verde, sem custos adicionais, até 31 de dezembro devido à pandemia do novo coronavírus. A queda no nível de armazenamento nos reservatórios das hidrelétricas e a retomada do consumo de energia, no entanto, levaram à revisão desta segunda-feira.

R7